ENEM: dicas valiosas

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, revelou que o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2019 não terá temas “ideológicos”.

Professores apostam que o ENEM de 2019 terá uma prova que fuja de pautas mais progressistas e foque mais em conteúdo.

Temas que apareceram nas últimas provas como: temáticas raciais, minorias, LGBTQ+, representação da mulher na sociedade, educação sexual e liberdade reprodutiva não devem aparecer na prova do ENEM desse ano.

Também podem ficar de fora do ENEM, temas com relação a polêmicas que envolvam o Governo Federal como a Amazônia, política de tratamento de refugiados, indígenas e defesa dos Direitos Humanos.

Nas últimas edições do ENEM, foram recorrentes temas que giravam em torno dos problemas enfrentados pela sociedade brasileira. No ano que passou, os estudantes dissertaram sobre a “manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

É possível que patriotismo seja um tema que apareça na prova, visto que está em alta o conceito de reiteração da identidade nacional e seus símbolos.

A redação do ENEM 2019 também pode ser centralizada no uso de vacinas já que a vacinação está em queda no Brasil, o que permite que os estudantes se posicionem sem envolvimento de polêmicas políticas.

Algo que deve ser considerado ao desenvolver a redação é o respeito aos Direitos Humanos, que deve ser lembrado ao construir sua argumentação.

O ENEM talvez traga como tema da redação o liberalismo econômico e o desenvolvimento das sociedades, dando a possibilidade do estudante fazer reflexões sobre empreender em uma sociedade baseada no livre mercado ou a importância do liberalismo econômico.

Sob temas assim, o estudante ganha a possibilidade de articular conhecimentos históricos, geográficos e geopolíticos em sua redação do ENEM.

Outro possível tema para a redação do ENEM é o valor familiar. Aqui o estudante consegue abranger a desagregação e falar sobre os valores e a união entre os membros da família para com a sociedade.

Foto: Carlos Cecconello/Folhapress

Bizu da mestre

A mestre Cristina Castanheira, que leciona Língua Portuguesa, Redação e Espanhol no Colégio e Curso Progressão Educação, separou algumas dicas importantes para aqueles que estão se preparando para a prova do ENEM 2019:

1. Antes de iniciar a redação, faça um planejamento.

2. Leia o tema e sublinhe as palavras-chave.

3. Elabore a tese problematizadora. Significa dizer que, mesmo que o tema não seja um problema, devemos encontrar um ponto negativo que o cerque. 

4. A seguir, pergunte por quê? Por que existe essa problemática? Nesse ponto, pense na argumentação: esta deve ser persuasiva, veja se você possui algum conhecimento interdisciplinar para enriquecer sua argumentação. Não esqueça que as informações que constam na proposta ou na prova de linguagens também podem ajudar. 

5. Então…, chegou a hora: a proposta de intervenção. Faça as seguintes perguntas: O que fazer? Como fazer? Para que fazer? Lembre-se de que não precisa ser algo inédito, mas algo realizável e coerente, que especificamente, demonstre aquilo que pode ser feito para resolver o problema dentro dos padrões éticos. 

A mestre Cristina Castanheira aposta em quatro possíveis temas para a redação:

Relações humanas no século XXI

“Até o final do século XX, o mundo mudava a cada século. Hoje, com o avanço da tecnologia, o mundo muda a cada ano. Para onde o mundo está caminhando? Que perspectivas podemos ter em relação à política, ao meio ambiente e às relações humanas no século XXI?”

Norma culta do português

“O ENEM convidaria o aluno a refletir sobre a questão da variedade linguística e dos conceitos de adequado e inadequado, principalmente, entre os jovens. Assuntos com preconceito linguístico e linguagem virtual poderiam ser abordados. 

Autoestima dos brasileiros

“O que esperar de áreas como política, educação, segurança, saúde? Áreas que nunca foram motivo de orgulho para os brasileiros e que cada vez mais vêm piorando. Qual o Brasil que nós queremos?

Conceito de verdade e mentira na vida dos brasileiros

Todo mundo conhece o ‘jeitinho brasileiro’. Ele ajuda ou prejudica o dia a dia dos brasileiros? Vale a pena uma mentirinha para levar certas vantagens?  Valores éticos, Corrupção tornam-se relevantes nesse contexto.

_

Estude no Colégio que te prepara para aprovação. Participe do Bolsão 2020 e ganhe descontos de até 100%! CLIQUE AQUI e participe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *