Qual é a importância da água na sua concentração?

Beber água é de grande importância para a manutenção do nosso corpo, além de garantir o bem-estar e prevenir doenças, como já sabemos.

Segundo uma pesquisa da Universidade de Londres, beber água pode ajudar o cérebro a trabalhar mais rápido. Foi descoberto pelos cientistas que pessoas que tomam 500ml de água antes das tarefas intelectuais têm reações 14% mais rápidas.

Há teorias hormonais sobre como a desidratação afeta o cérebro e, já que 80% do corpo é composto por água, é possível que a água conserte este equilíbrio.

Segundo a psicóloga Caroline Edmunds, líder do estudo, o tempo de reação parece ser ainda maior quando as pessoas têm sede, provavelmente porque a sede tira a atenção das tarefas.

A mesma cientista, em estudos anteriores, comprovou que crianças que bebiam mais água tinham mais atenção às tarefas, além de melhoria no desempenho da memória.

Manter-se hidratado é uma forma de permitir que o cérebro funcione em sua total capacidade, já que até uma leve desidratação pode causar uma pequena, porém significativa, queda na capacidade de raciocinar, além de interferir na concentração e na memória.

Segundo a pesquisa, a desidratação traz riscos em atividades que exigem atenção e precisão, como fazer provas, realizar cirurgias ou dirigir.

Desempenho em provas e testes

Foto por Alejandro Escamilla no Unsplash

Em estudo, foram analisados 447 alunos de Psicologia da Universidade de East London durante uma avaliação, onde 25% entraram em sala com uma garrafa de água. Destes, 5% tiveram resultados melhores na média.

Mais tarde, em observação, a mesma pesquisa realizou outro levantamento científico que propõe que 300ml de água contribui na melhora em 25% o período de atenção.

A metodologia usada para chegar a esse resultado envolveu a aplicação de testes de memória em jovens em três ocasiões: sem beber água, bebendo 25ml e bebendo 300ml.

Para alguns pesquisadores, o impacto fisiológico do consumo de água durante os estudos ou em provas, influencia fatores como ansiedade, que é uma das principais dificuldades em provas e avaliações.

_

Gostou da pesquisa? Confira alguns métodos de estudos para melhorar o seu aprendizado, CLICANDO AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *