A mulher no Exército Brasileiro

O alistamento feminino não é obrigatório, ainda assim a carreira militar é possível para mulheres que desejarem ingressar nas Forças Armadas.

A Lei brasileira permite que representantes do sexo feminino possam ingressar em carreiras militares em pé de igualdade com os homens.

As alternativas apresentadas ao sexo feminino são duas: militar temporário ou militar de carreira.

Militar temporário

O tempo máximo de permanência para o militar temporário na corporação é de oito anos e os requisitos globais para admissão são: altura mínima de 1,55m e naturalidade brasileira.

Militar de carreira

Para ser militar de carreira é necessário prestar concurso público para uma das seguintes instituições:

– Instituto Militar de Engenharia (IME);
– Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx);
– Escola de Saúde do Exército (EsSEx);
– Escola de Sargentos de Logística (EsSLog).

A carreira militar para mulheres funciona da mesma forma que ocorre para os homens. São desempenhadas funções em quartéis-generais, organizações de saúde, estabelecimentos de ensino ou outros órgãos de assessoria, podendo até mesmo participar de missões de paz em outros países.

A instrução militar básica é igual para ambos os sexos. Os oficiais também concorrem a promoções em condições de igualdade.

Mais informações: Site do Exército Brasileiro

_

Estude no curso que aprovou a primeira colocada na prova da ESA por 4 anos seguidos. CLIQUE AQUI para mais informações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *